Pagamento do Piso Salarial dos Professores, uma dúvida.

Desde a posse do Governador Marconi Perillo, em janeiro de 2011, os professores da Rede Estadual aguardam o pagamento do piso salarial nacional da categoria, conforme promessa de campanha. No final do ano de 2011, foi enviado o Projeto de Lei com mudanças drásticas no plano de carreira do professor.

A primeira mudança foi a extinção da “Titularidade”, uma forma de bonificação que o administrativo/professor tinha, por fazer cursos de aperfeiçoamento profissional que totalizassem 1024 horas, podendo chegar até 30% do seu salário em função da quantidade de horas/cursos apresentasse. Outras mudanças que foram incluídas foi a mudança no percentual de gratificação para quem cursasse Mestrado ou Doutorado, de 30% para 10% e de 50% para 20%.

Ter essas gratificações, faziam com que o professor tivesse vontade de se aperfeiçoar, aumentando assim o seu vencimento mensal, mas o Projeto, aprovado ao fechar das cortinas em janeiro de 2012, fez com que eles se sentissem traídos e deflagrassem uma greve que durou mais de 50 dias. Leia aqui.

Depois do retorno da greve, os funcionários da Educação esperam a concretização do que foi negociado com o Governador. O cronograma de reposição, uma das exigências para que o professor possa receber os valores descontados de seu salário durante o período da greve, já entra em vigor a partir de hoje, 14/04/2012.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: