4 idéias para tirar o atraso na educação

 

Quando li esse artigo da Revista Exame, que me foi enviado por um dos meus amigos do Twitter, @jclecio,  responsável pelo blog http://gestaonaweb.wordpress.com, fiquei muito otimista em saber que a melhora da educação no Brasil é possível. Claro que para atingir isso é necessário seguir tudo o que o americano Eric Hanushek, um dos pesquisadores de educação mais respeitados na atualidade, nos apresenta como medidas que devem ser colocadas em prática se quisermos  alcançar um nível de educação compatível com um país desenvolvido.

A primeira dessas medidas é acabar com o que ele chama de “bagunça curricular”, ou seja, promover a unificação dos currículos. Alunos da mesma série devem estudar os mesmos conteúdos. Uma tarefa que considero, quase impossível de ser realizada, haja visto que o nível de desenvolvimento, num mesmo Estado, é diferente. Mesmo achando uma tarefa dificílima, talvez essa seja uma das possíveis alternativas para começar a melhorar o nível da educação no país como um todo. A Unificação Curricular deve acontecer sim, mas respeitando o nível de aprendizagem de cada Estado e as diferenças na cultura para que  elas possam ser preservadas.

No Rio de Janeiro, em 2008, foram unificados os conteúdos da 1ª à 9ª série do Ensino Fundamental. Posteriormente foram criadas apostilas por disciplinas para os alunos e professores. Hoje existem cerca de 180 profissionais, no Rio de Janeiro, finalizando a Educopédia, uma espécie de biblioteca digital com jogos, vídeos e outras atividades para complementar os currículos do 6º ao 9º ano. Em Pernambuco, a unificação dos conteúdos aconteceu em 2007.

“Investir mais sem mudar a maneira de administrar é quase o mesmo que jogar dinheiro no lixo”. Essa afirmação do professor da PUC RJ, Claudio Ferraz, é um dos consensos existentes entre especialistas no assunto. O Estado de Minas gerais foi o primeiro a adotar o planejamento estratégico com sistemas de avaliação de desempenho como meta de melhorias de ensino. Com a implantação, a taxa da habilidade em leitura, que era de 31%, foi reduzida para 12%.

“A boa gestão depende do acompanhamento sistemático de informações de qualidade”, diz Nilton Mota, Secretário da Educação de Pernambuco.

Outra medida que deve ser adotada para se alcançar a melhoria na educação é reconhecer o empenho do profissional da educação, ou seja, pagar mais aos melhores. “Professor bom é aquele que faz a classe aprender muito. Professor ruim é aquele que faz a classe aprender pouco”, diz o economista Eric Hanushek. Ele nos diz que premiar os melhores é o melhor caminho para que os bons profissionais permaneçam na sala de aula e os ruins saiam dela e que um bom  programa para a valorização profissional deve ser avaliado pelos alunos e levar em consideração o domínio que o professor  tem no conteúdo da disciplina que ele vai ensinar. Nos Estados de Pernambuco, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, foi adotado um programa de valorização profissional que bonifica professores e funcionários das escolas em que os alunos  atingem metas de aprendizagem que foram definidas por suas secretarias de Educação. Em São Paulo, além disso, o governo criou também um plano de carreira que possibilita ampliação de até 25% na remuneração, desde que o professor fique entre os 20% dos mais bem colocados no estado. A professora Ângela Maria Martins foi uma das beneficiadas com essa mudança e diz “Aos poucos vamos entendendo que o professor também tem de mostrar resultado. Se é assim em qualquer empresa, por que seria diferente conosco?”.

E para finalizar, a última idéia é transformar o diretor em um gestor escolar. Eric Hanushek coloca que nas escolas públicas brasileiras é comum que alunos e pais nunca vejam a presença do diretor, exceto quando o aluno entra em alguma confusão. O professor fica mais é dentro da sala e se preocupa apenas com as atividades burocráticas, e para o sucesso da reforma educacional, o diretor é a figura de maior impacto no processo ensino aprendizagem, depois do professor.

A valorização do profissional da educação é uma das chaves para que se alcance o tão almejado desenvolvimento na educação e posteriormente, o desenvolvimento do país como um todo. Em Singapura só podem se candidatar à carreira de gestor escolar, aqueles profisionais com elevado desempenho na universidade, e sua entrada na carreira só acontece após um curso preparatório de seis meses cujo foco principal é a administração e liderança, ministrado pelo Ministério da Educação de lá. No Brasil, os gestores, normalmente, não tem nenhuma formação para exercer tal função, são pedagogos ou formados em alguma disciplina específica, sem nenhum preparo na gestão.Essas medidas para elevar o padrão do gestor no Brasil são recentes.

Em Pernambuco, a Seduc está  no início de um programa para treinamento em que  as diretrizes são planejamento, liderança e monitoramento de indicadores métodos de avaliação e conhecimento das políticas estaduais e federais relacionadas. Esse programa tem com o objetivo principal a criação de um banco de dados com diretores certificados. Somente profissionais que concluirem a primeira etapa do curso, com 180 horas, poderão se candidatar à vaga de gestor da escola. O governo de PE presenteará com um MBA de um ano, os 1800 melhores colocados no curso.

O Secretário da Educação de Pernambuco, Nilton Mota, afirma que  “Já temos alguns professores com características inatas de gestão. Mas precisamos desses profissionais em todas as escolas, senão não existe plano estratégico que dure.”

Fonte: Revista Exame – Edição 0978 – Editora Abril 

2 respostas a 4 idéias para tirar o atraso na educação

  1. Parabéns pela abordagem sobre o assunto. Melhorar a gestão do sistema educacional brasileiro sem dúvida alguma é o melhor e mais rápido caminho para que as desigualdades possam ser diminuídas num menor espaço de tempo. Obrigado pela citação, o conhecimento quando é compartilhado passa a ter maior valor e significado, será um prazer sempre, indicar novos artigos que sejam do teu interesse. Ótimo post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: